• Acessibilidade
  • +
  • -

19 de junho, 2019 Eudo Leite toma posse como procurador-geral do MPRN

Por: Marcos Alexandre*

O secretário-geral João Victor Hollanda participou da sessão solene de posse do procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Norte, Eudo Rodrigues Leite, realizada na noite desta terça-feira (18). Ele representou a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional RN na solenidade, realizada na Escola de Governo do Centro Administrativo do Estado. O presidente da OAB/RN, Aldo Medeiros, não pôde participar da posse por estar nesta semana cumprindo agenda oficial em Brasília, no Colégio Nacional de Presidentes.

Em nome da Seccional Potiguar, o secretário-geral João Victor Hollanda expressou congratulações e votos de êxito à gestão do procurador-geral de Justiça ao cargo. “Transmito o desejo da OAB/RN de que o procurador Eudo Leite mantenha a instituição nos rumos da democracia e do cumprimento do seu papel constitucional de fiscal da lei e da ordem democrática. A Ordem dos Advogados se coloca à disposição como parceira nas relações institucionais, visando à manutenção da ordem democrática de direito e estreitando o relacionamento, de modo a permitir que a sociedade seja sempre atendida nos seus interesses jurídicos e que que o advogado possa caminhar de maneira colaborativa ao lado do Ministério Público”, destacou João Victor Hollanda.

O procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Norte, Eudo Leite, foi empossado para mais um mandato de dois anos à frente do Ministério Público estadual. Ele foi o mais votado na eleição interna promovida pelo MPRN e teve o nome referendado pela governadora Fátima Bezerra para exercer a função no biênio 2019-2021.

Eudo Rodrigues Leite atuou em Natal na Promotoria de Direitos Humanos e Cidadania e na Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público. Com quase 19 anos de MPRN, Eudo já exerceu cargos de coordenador do Caop Patrimônio Público, promotor assessor do PGJ, coordenador jurídico judicial, chefe de Gabinete do PGJ e presidente da Associação do Ministério Público do RN (Ampern) por dois mandatos, tendo sido, em seguida, promotor assessor da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público. na sua gestão como PGJ, obteve o primeiro lugar no Prêmio Nacional do Conselho Nacional do Ministério Público, com um projeto relacionado à Autocomposição, Mediação e Conciliação.

* Com informações do MPRN

VOLTAR