• Acessibilidade
  • +
  • -
  • Youtube OABRN
  • Facebook OABRN
  • Instagram OABRN
  • Twitter OABRN
Cursos e Palestras
Crownder
Sistema de Gestão completo para escritórios de advocacia

09 de julho, 2019 Advocacia participa de Treinamento do Sistema Eletrônico de Execução Unificada

Por: Dannyelle Nunes

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), realiza uma série de palestras com instituições parceiras da Justiça estadual para a capacitação dos profissionais que trabalharão com o Sistema Eletrônico de Execução Unificada – SEEU. As palestras foram divididas por turno durante os dias 08 e 09. Nesta terça-feira (09), foi a vez da OAB/RN levar os representantes da advocacia para participar da formação, que aconteceu, no auditório da sede do TJRN.

Segundo o presidente da OAB/RN, Aldo Medeiros, a iniciativa visa promover a qualificação da advocacia na utilização da nova plataforma. “O objetivo do curso foi de iniciar o processo de capacitação dos operadores do Direito no uso do Sistema Eletrônico de Execução Unificada, que substituirá todos os demais sistemas utilizados pelo Poder Judiciário, em breve”, afirmou.

Além do treinamento ofertado à advocacia, OAB/RN fez uma parceria com Digital Sign, através da empresa Jurista.com.br para a emissão de 60 Certificados Digitais, os quais permitirão aos delegados da Polícia Civil o acesso ao Sistema Eletrônico de Execução Unificada – SEEU. Para o ter acesso ao benefício, os delegados (as) terão que agendar horário, AQUI. Em seguida, deverão comparecer à sede da Ordem, em Natal, para assinar o Termo de Aquisição. 

O SEEU é o novo sistema do Conselho Nacional de Justiça, que permite o controle informatizado da execução penal e das informações relacionadas ao sistema carcerário brasileiro em todo território nacional.

Participam, ainda, do treinamento integrantes da Procuradoria Geral de Justiça (PJG), da Defensoria Pública, a Secretaria de Segurança Pública de Defesa Social (SESED), a Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), a Polícia Civil e Agentes Penitenciários. O Treinamento teve duração de três horas por turma foi ministrado pelo juiz do TJ do Paraná, Guilherme Confortin.

“Esses são usuários externos que também vão utilizar o sistema, então a partir desse treinamento eles terão mais conhecimento do sistema para fins de movimentação, como peticionar, por exemplo”, explicou o juiz auxiliar da Presidência do TJRN, Geraldo Mota. “A capacitação é fundamental para que os operadores do Direito conheçam todas as ferramentas do Sistema de Processo Eletrônico”, completou o juiz.

*Créditos: TJRN

 

VOLTAR