• Acessibilidade
  • +
  • -
  • Youtube OABRN
  • Facebook OABRN
  • Instagram OABRN
  • Twitter OABRN

30 de março, 2020 OAB/RN e Judiciário orientam sobre saque de alvarás e pedem atualização de dados

Por: Dannyelle Nunes

A Ordem dos Advogados do Brasil do Rio Grande do Norte (OAB/RN) e as Varas da Justiça do Trabalho de Natal, Assú e o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC) de Mossoró reforçam o pedido para os advogados e advogadas possam atualizar os contatos profissionais e os dados bancários dos clientes a fim de viabilizar o pagamento dos alvarás. O pedido atende a uma necessidade circunstancial, tendo em vista que os atendimentos presenciais nas agências estão comprometidos pelas medidas de restrições adotadas, durante a pandemia do Coronavírus.

Além da necessidade de manter a atualização das informações, a OAB/RN informa, ainda, que existem canais de contato das Varas (Veja AQUI) para agilizar as demandas, e principalmente, atender os pedidos de apreciação de liberação de crédito. 

Segundo o  diretor de secretaria da Vara do Trabalho de Assú, Fábio de Morais Villar o sistema de teletrabalho tem funcionado e recebido demandas. “Estamos recebendo solicitações de atendimento para movimentação de processos, expedição de alvarás, através e-mail e que estamos respondendo e atendendo-os normalmente, como se estivessemos trabalhando de forma presencial na VT”, destacou.

Outra Unidade Judiciária que tem recebido solicitações é Cejusc de Mossoró, por meio do regime de Gabinete Virtual, recebendo pedidos de inclusão em pauta por meio do endereço eletrônico (cejusc-mossoro@trt21.jus.br) ou whatsapp (84) 99921-0210. Seja para solicitar de homologação de acordo protocolado nos autos, ou pedido de alguma das partes. 

O chefe de Seção e Conciliação do Cejusc TRT21ª, Rodolfo Rego, explica que estão sendo adotados procedimentos a fim de facilitar e agilizar os processos.  “Estamos pedindo que à parte peticione no sentido de remessa dos autos ao Cejusc, e nós entramos em contato com a unidade de origem com o requerimento de remessa do processo. Em seguida, procuramos a parte adversa para estabelecer uma ponte de conversação e homologação do acordo”, destaca. 

Contudo, o chefe de Seção e Conciliação do Cejusc TRT21ª de Mossoró pontua a necessidade de manter os contatos atualizados. “Nossa maior dificuldade tem sido conseguir contato via e-mail ou telefone com os advogados e advogadas, pois às vezes os dados fornecidos na peça exordial, na procuração ou até mesmo no PJE, não conferem e perdemos a comunicação mais imediata”, finaliza.

 

Confira os contatos: 

trt-6vtntl@trt21.jus.br

vtassu@trt21.jus.br

cejusc-mossoro@trt21.jus.br


 

 

VOLTAR