• Acessibilidade
  • +
  • -
  • Youtube OABRN
  • Facebook OABRN
  • Instagram OABRN
  • Twitter OABRN

13 de maio, 2022 Confira na íntegra o discurso de posse da vice-presidente Lidiana Dias

Por: Lidiana Dias

Até aqui o Senhor nos sustentou.

Cito essa passagem bíblica do livro de Samuel, que cito para primeiramente agradecer a Deus, que nos trouxe até aqui, para e nos inspira a suportar as adversidades para trabalharmos em prol da Advocacia do nosso Estado!

Somos sobreviventes, Senhor Presidente Beto Simonetti! Sobrevivemos as tentativas de criminalização, aviltamento dos honorários e à maior crise sanitária da nossa época. Mas depois da tempestade, vem a bonança.

E justamente por isso estamos celebrando tardiamente a nossa posse.

Boa noite a Todos e a todas, colegas diretores da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Rio Grande do Norte, conselheiros e conselheiras federais, estaduais, diretores da Caixa de Assistência, Diretores da Escola Superior da Advocacia, membros das comissões, diretores e conselheiros subseccionais, saúdo toda a Advocacia Potiguar através dos Senhores e das Senhoras, estou feliz por pela oportunidade de compartilharmos, sob a condução do nosso Presidente Aldo Medeiros e liderados nacionalmente por Beto Simonetti, o trabalho institucional de defesa da Advocacia do nosso Estado e é através dos senhores e senhoras, que saúdo toda a Advocacia Potiguar e todos os representantes da Ordem que conosco celebram conosco este momento, momento de gratidão, mas sobretudo de renovar o compromisso que nos trouxe até aqui.

Devo dizer que estar aqui, na condução de vice-presidente da seccional, quarta mulher a assumir o cargo na nossa Ordem que fará 90 anos de existência em outubro próximo e única até então que exerce Advocacia predominantemente no interior e a ter presidido por dois mandatos uma Subseção, a do Alto Oeste, com sede em Pau dos Ferros, região mais distante da capital, me orgulha, nos orgulha e aumenta a nossa responsabilidade.

Ver muitos amigos e amigas aqui hoje sob a liderança do Presidente Klinton Correia e da nossa vice-presidente Dra. Josefa Paiva, me enche de gratidão, esperança e coragem, porque eu sei que nós estamos acostumados a superar muitas adversidades para o desempenho digno das nossas atividades, acentuadas ainda mais pela distância física da capital. Em seu nome, Klinton, em nome de Thaiz Lenna – coordenadora do colégio de presidentes de subseções, cumprimento a advocacia do interior.

De Pau dos Ferros, também está aqui conosco nossa colega Marianna Almeida, que exercia como nós a Advocacia, até ser a primeira mulher eleita prefeita do nosso município, obrigada minha amiga pela honra de sua presença e por seu protagonismo, em seu nome eu cumprimento todas as autoridades políticas aqui presentes.

Aproveito para também cumprimentar através dos Desembargadores Glauber Rego e Eduardo Rocha, representantes do quinto constitucional da advocacia, toda a magistratura potiguar.

Quero ainda registrar e agradecer a presença da minha mãe, que tanto me incentiva e tanto me orienta e fortalece, para através da senhora, saudar a todos os familiares de todos que estão sendo empossados hoje.

Pois bem, a distância física da capital, e problemas inerentes à Advocacia do interior, não é uma característica isolada de Pau dos Ferros. Compartilhei a minha primeira experiência institucionalmente, com valorosos colegas e que nas suas respectivas subseções concretizaram um trabalho que nos permitiu fortalecer a defesa da Advocacia, e em nome de Dra Valéria Lucena que presidiu a Subseção de Macau, hoje presidente da comissão do exame de ordem e Danielle Diniz – a subseção de Assu, hoje vice-presidente da CAARN, as quais assim como eu, por dois mandatos, presidiram subseções. Registro a admiração, gratidão e respeito a todos que se doam ao trabalho institucional, trabalho fundamental para que estejamos aqui. Nunca um conselho seccional do nosso Estado teve tanta representatividade do interior, logo, temos ainda mais responsabilidade, compartilhada com todos que entendem que a Advocacia só é verdadeiramente respeitada quando todos somos, independentemente do local de origem, área de atuação ou tamanho da banca do escritório.

Isso é importante, porque não podemos mais dissociar a Advocacia do interior e da capital, continuaremos empenhados na defesa de toda Advocacia potiguar de forma especial no combate às violações das nossas prerrogativas, proporcionando qualificação profissional, na ampliação e serviços da Secional de forma igualitária, o que tão bem sendo feito pela CAARN, pela Escola Superior da Advocacia e pelas Comissões da OAB/RN, instrumento de aproximação da Advocacia e da sociedade.

É neste cenário de união, de colaboração, e sobretudo de defesa na Advocacia que intensificaremos os diálogos com os Poderes Constituídos, inclusive para que tenhamos respostas efetivas de alguns dos nossos gargalos, a exemplo do processo judicial Eletronico, o conhecido PJe, da justiça estadual que tem  prejudicado o acesso à justiça, a celeridade processual e de forma acentuada o exercício da Advocacia.

Assim também é necessário o combate da tentativa indiscriminada de criminalização e preconceito com a Advocacia, sobretudo a Advocacia criminal. Não podemos permitir que num Estado de Direito como o nosso, seja renegado à Advocacia as garantias legais para o bom e necessário desempenho da nossa profissão.

Se temos colegas com condutas inadequadas, sabemos separar o joio do trigo, pois nós Temos a honra de contar com Dra Milena Gama – corrededora nacional e Dr Augusto Maranhão corregedor seccional, empenhados para que, garantindo o devido processo legal, aqueles que descumprem o código de ética e disciplina da OAB sofram as consequências de renegar o devido respeito à Advocacia.  

Dito isto, tendo a ciência de que também temos cuidado para que seja garantida a participação de nós mulheres na OAB/RN, que tem contado com o empenho de muitas colegas com representatividades importantes, apesar do retardo histórico que ainda nos renega condições de igualdade efetiva, nos espaços públicos de Poder, nas direções das grandes bancas de Advocacia, ministério público, magistratura, no quinto constitucional, dentre outros, nesta gestão, participaremos, com vez e voz e nos empenharemos para que cada vez mais seja desnecessário dizermos o óbvio: temos direito a ser tratadas com o mesmo respeito e deferência, não somos subalternas, nem intelectualmente inferiores, não nos julguem pela nossa roupa, pelo nosso cabelo alinhado ou desalinhado, unhas feitas ou desfeitas, pelo tom da voz e não esperem de nós nada menos do que coragem e altivez.

Por fim, aproveito a oportunidade para convidar toda Advocacia para estar conosco, na sede da OAB/RN, no dia 30 de maio, dia que se comemora o dia estadual da mulher advogada e que teremos diversas atividades, dentre elas o lançamento da campanha nacional “Advocacia sem Assédio”, sob a condução da presidente Vânia Furtado e vice-presidente Irandy Angélica, com a participação já confirmada da presidente nacional da mulher advogada, Dra Cris Damasceno, que também nos honra hoje com a sua presença.

Encerro por aqui, Senhor Presidente, não pretendo me alongar.

Cito, para encerrrar, frase do ilustre Deputado Ulysses Guimarães no discurso de Abertura da Quadragésima Nona Legislatura, quando exortava aos empossados para desempenharem o papel esperado pela sociedade, que, aqui, se presta a inspirar os novos conselheiros e conselheiras ora empossados.

“A história nos desafia para grandes serviços, nos consagrará se os fizermos, nos repudiará se desertarmos”

Pois bem, o dia é de festa, quero apenas agradecer! Agradecer a Deus, aos meus amigos e, especialmente, a advocacia potiguar.

Tenham certeza que darei o meu melhor em prol de vocês!

Obrigada!

VOLTAR