• Acessibilidade
  • +
  • -

Na gestão do advogado José de Ribamar de Aguiar foi designada comissão para processar estudos preliminares no sentido da criação da Escola de Advocacia, tendo como integrantes os colegas Hélio Xavier de Vasconcelos, Francisco de Assis Câmara, Hérbat Spencer, Giuseppi da Costa e Marcelo Navarro Ribeiro Dantas.

Na administração de Carlos Roberto de Miranda Gomes, a Escola Superior de Advocacia começa a ser estruturada sob a batuta do seu diretor advogado Hérbat Spencer, tendo recebido a denominação de Dr. João Medeiros Filho, em homenagem a esse extraordinário causídico. No entanto, a sua regulamentação só aconteceu na gestão de Odúlio Botelho, com a sua regulamentação, que foi aprovada em 14/11/1991 pela Resolução nº 003/91.

Daí em diante, todos os presidentes passaram a investir na Escola, como no caso de Hélio Xavier de Vasconcelos que deu especial atenção à Escola Superior de Advocacia, levando-a ao interior através de Adilson Gurgel de Castro como Diretor da ESA. Na nova administração Adilson Gujrgel, foi eleito diretor da ESA o advogado Noel Pinheiro Bastos, que a dinamizou, apresentando um plano de atividades para a ESA com vistas à Semana do Advogado. No final da gestão foi registrada a excelente atuação da Escola Superior de Advocacia.

Com a assunção de Caio Graco Pereira de Paula, este indica Elke Mendes Cunha para a direção da ESA, e como auxiliares os colegas Paulo de Souza Coutinho, Eloísa Bezerra Guerreiro, Cassius Cláudio, Rúbia Lopes, Clênio Clay e Cássia Bulhões. Com a renúncia de Elke foi escolhido para substituí-la o advogado Rocco José Rosso Gomes, contando com a colaboração dos advogados Cassius Cláudio Pereira Barreto, Rúbia Lopes de Queiroz, Clênio Clay Maciel e Paulo Coutinho, realizando grandes eventos e logrando a publicação da Primeira Revista da ESA denominada "Audiência" em outubro de 1999.

Na gestão Valério Marinho assume o advogado Josoniel Fonseca da Silva, presidente; José Maurício de Souza filho, vice-presidente; Viviane Ribeiro Cunha, secretária-geral; Maria do Desterro Palitot Villar, secretária-geral adjunta e Francisco de Assis Costa Barros, tesoureiro, que pretenderam o projeto ambicioso de dotar a ESA com um prédio monumental, o que terminou logrado por absoluta falta de recursos, embora tenha contratado um projeto arquitetônico que foi quitado na administração que se seguiu.

Na gestão de Joanilson assumiu a direção da ESA, inicialmente o professor Fabiano Mendonça, depois substituído pelo advogado Rocco José Rosso Gomes e, com a assunção de Adilson, foi eleito o conselheiro Paulo Coutinho, chegando a efetivar alguns eventos e mini-cursos, mas igualmente prejudicada pelas dificuldades financeiras.

Na primeira gestão de Paulo Teixeira (2007/2009), o diretor da ESA foi o advogado Carlos Kelsen. Em maio de 2010 assumiu o advogado Klebet Cavalcanti. Em 15 de março de 2012, assumiu o advogado Renato André Mendonça Rodrigues.

No triênio 2013/2015, durante a gestão de Sérgio Freire, assumiu a direção da Escola Superior de Advocacia o advogado Venceslau Fonseca de Carvalho Júnior.

Na gestão de Paulo Coutinho (2016/2018), a advogada Marília Almeida Mascena foi nomeada diretora da ESA.

Escola Superior de Advocacia 2019/2021

Diretoria da Escola Superior de Advocacia - ESA desta Seccional:

Diretor: Daniel Ramos Dantas (OAB/RN Nº 8494)
Vice-Diretor: Felipe Maciel Pinheiro Barros (OAB/RN Nº 6260)
Diretora Adjunta: Larissa Brandão Teixeira ( OAB/RN Nº 8034)
Diretor Adjunto: Felipe Azevedo (OAB/RN Nº 9409)

 

Clique aqui para ver a Diretoria ESA 2016/2018

VOLTAR